terça-feira, 11 de outubro de 2016

OS MEDALHÕES


Existe um limite sutil que separa o que a pessoa expressa em si, e quem realmente ela é. Não é facilmente perceptível, e é por essa razão que a internet é um ambiente que cria “gênios” e oculta “pensadores”.
As mídias despejam sobre a sociedade uma visão caótica de informações, que tem por objetivo intoxicar diariamente com seus conteúdos. Elas “oferecem” tesouros, quando na verdade estão “vendendo” sucata.

A padronização e o estereótipo exigem pouco esforço – e preserva a letargia. Atualmente há uma grande demanda por entretenimento que possua essas características.
Os Medalhões (quem leu o conto Teoria do Medalhão, de Machado de Assis, entenderá) enchem a boca para discursar sobre conhecimentos que possuem de forma genérica. E para ocultarem sua ignorância velada, recorrem muitas vezes à arrogância. Não percebem que valer-se desse conhecimento para mostrar superioridade por meio da arrogância, na verdade, revela descaradamente sua carência – um esforço por vezes sobre-humano de ocultar sua insignificância.

As redes sociais tem a prerrogativa da neutralidade. O problema é a forma como os usuários o utilizam. Os “medalhões” encontram nelas uma forma de suprirem a fome de sua carência. Falam demais de si mesmos, e na maioria das vezes anunciam planos, novidades e relacionamentos antes de estarem firmes em andamento.

As mesmas se esquecem que neste mesmo ambiente parasitário existem as pessoas que desejam o fracasso de qualquer que seja o empreendimento, e as que se satisfazem em promover a derrota umas das outras.

Analisando profundamente, todo o ambiente social é assim - seja no plano virtual, como no pessoal. A diferença é que no virtual as pessoas agem escondidas por uma "tela".

Ter um estilo próprio e ser alternativo à própria maneira requer muita reflexão sobre a essência da personalidade, e real esforço cognitivo-mental por ser autêntico.
E quanto mais conhecimento você se permite adquirir, menos alienado se torna – e menos manipulável.

Prudência preserva incorruptível a presença.



FOCO, FORÇA, FÉ E FODA-SE!


Nenhum comentário:

Postar um comentário